Páginas

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Tudo sobre o ultrassom, o exame mais popular da gestação

Muito além de matar a curiosidade de pais, avós e desvendar o sexo do bebê, o exame de ultrassom é fundamental para verificar o desenvolvimento e a saúde do feto. Mas prepare-se: a imagem que você verá é apresentada em 256 graduações de cinza, por isso não se sinta intimidada em perguntar o que é o que ao seu médico.

Os líquidos, como o saco gestacional e a placenta, aparecem em nuances escuras.O bebê apresenta-se em tons de cinza. Os tecidos mais densos, como os ossos, são identificados em branco. Entendeu?

Relaxe,o importante mesmo é o médico verificar, entre outros aspectos, a quantidade de líquido amniótico (entre 1 e 1,5 litro); peso, altura e movimentação do bebê (crianças em sofrimento fetal ficam mais quietas); os batimentos cardíacos e a respiração (mais evidentes a partir do terceiro trimestre). É claro que,mesmo nesse aglomerado de cinzas,você perceberá a cabecinha, os braços e as pernas — e também descobrirá o sexo do seu bebê.

Para quem não agüenta aguardar os nove meses para saber a fisionomia do filho, o ultrassom tridimensional oferece essa viagem maravilhosa.O exame é indicado, principalmente, quando há casos de malformações na família, como lábio leporino.


1. Pernas e pés
Além de conferir todos os ossos, o exame mede o comprimento para avaliar se a proporção está de acordo com o resto do corpo

2. Genitália O sexo do bebê pode ser visto a partir da 20ª semana. Mesmo que os pais não queiram saber qual é, os órgãos são analisados no exame. A margem de erro na descoberta do sexo não chega a 1%

3. Cordão umbilical
O ultra-som, aliado à tecnologia doppler (que avalia a vascularização do bebê), observa se a quantidade de sangue que circula na placenta e no cordão umbilical é suficiente, além do número de veias e artérias que irrigam a região

4. Braços e mãos Examinam-se o número e o tamanho dos ossos, assim como a quantidade de dedos. É comum surpreender o bebê com as mãos na boca, chupando o dedo

5. Placenta e saco gestacional
De conteúdo líquido, são facilmente visualizados no exame.Quando a placenta fica na região mais baixa do útero (placenta prévia), deve ser monitorada e, possivelmente, indicará uma cesariana

6. Cabeça e face A distância entre os olhos, a medida da cabeça e a implantação das orelhas são analisadas. Fora do padrão, podem indicar malformação, como síndrome de Down. O ultrassom também verifica a formação dos lábios

7. Estômago
A presença de líquido no estômago facilita a visualização do órgão. É também um sinal de que ele já está funcionando. Assim como ocorre com os rins e a bexiga

8. Coluna vertebral Ela deve ser observada em todas as porções (cervical, torácica e lombar), se a posição do bebê for favorável

9. Coração
Os batimentos cardíacos podem ser ouvidos logo nas primeiras semanas de gestação.Cerca de 80% das síndromes cromossômicas apresentam alterações cardíacas

Nenhum comentário: