Páginas

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Duda nasceu de um maravilhoso parto natural

Carol, o dia do nascimento da Duda foi marcado por vários acontecimentos, mas o momento inesquecível para mim, foi quando colocamos ela em seus braços, ela começou a chorar e você começou a cantar para ela e como num passe de mágica ela se calou...
Indescrítivel!

1- Por que você decidiu ter uma doula?
Porque queria um parto natural.
2- Você já conhecia esta profissão?
Não, só tomei conhecimento na gravidez.

3- A preparação para o parto te auxiliou?
Nossa e como!! Ela nos tranqüiliza para o momento que é repleto de emoções, me deixou mais calma e consciente do meu corpo e de como agir em cada momento para o meu bem estar e da minha filhota.

4- Como foi ter uma doula no parto?
Foi muito confortável saber que tinha alguém me dando suporte "técnico", como optamos por só estar no pré parto eu e meu marido mais a Doula, foi muito tranqüilo, em nenhum momento me senti com vergonha ou incomodada com a Paula(doula) junto de nós.

5- Como foi o trabalho de parto e parto? Se pudessem voltar atrás, fariam algo diferente?
FOI INCRÍVEL,não faria absolutamente nada diferente, tive um parto natural, sem anestesia ou corte, e durou apenas 4 horas depois que a bolsa rompeu.

Minhas contrações começaram no dia do meu aniversário as 14h, continuei minha rotina, fui até me depilar, elas estavam bem espaçadas e pouco doloridas, as 10h começaram a aumentar liguei para a médica que falou pra eu dormir e relaxar e ligasse quando a bolsa rompesse ou as contrações ficassem muuuuito fortes, as 4h da manhã me virei na cama sem conseguir dormir é claro, foi quando escutei um "POC" dentro de mim, a bolsa havia rompido, muita água pela cama toda e um marido com cara de alucinado correndo pela casa pra pegar as malas :) , fui para o hospital com calma e dor é claro, porque dói mesmo rsrsrs. Logo a Paula chegou com sua BOLA, que foi uma benção, pois ajuda muito pular e balançar nela, fiquei de pé, ou na bola todo o trabalho de parto, só sentia muita dor quando tinha que deitar pra examinar, me lembro que entrei no chuveiro para relaxar um pouco entre uma contração e outra, e quando estava na água começando a adorar a sensação, a luz do hospital acabou rsrsrsrs, a água ficou fria e o ar condicionado tb não funcionava, eu nem sei como não fiquei enlouquecida, eu simplesmente voltei pra bola e para os outros exercícios para ajudar no caminho que minha pequena estava percorrendo para nascer, tudo com a ajuda da Paula, e da paciência e estimulo do maridão ...Depois das 4 horas fui ANDANDO pra sala de parto, e ainda tive humor pra tirar sarro de uma enfermeira que duvidou que eu conseguiria, todos rimos muito; na hora do parto meu marido foi incrível, ajudou muito, um suporte emocional e tb de força me ajudando a empurrar a pequena (coisas que ele tinha aprendido nos cursos de parto), foram os minutos mais intensos,e emocionantes da minha vida, sentir ela saído de mim (devo dizer essa parte eu não senti dor pois a emoção, a alegria a adrenalina suprimiram qualquer tipo de sofrimento), ela nasceu as 7h em ponto, foi direto para o meu peito, e cantei pra ela, baixinho, a musica que cantava durante toda a gravidez, ela parou de chorar na hora. respirou fundo como quem já reconhecia em mim sua mãe e protetora, choramos, meu marido agarrou sua mãozinha minúscula e a plenitude e paz foi imensa, ah sempre que lembro fico tomada pela enorme alegria que foi, e pela beleza da natureza perfeita que somos.

Ah, nessa hora a Doula estava fazendo um trabalho duplo, além de me ajudar no parto estava tirando fotos incríveis. Depois que a pequena já tinha saído do meu colo pra pesar e examinar, eu tive uma vontade imensa de gritar e gritei: EU SOU FODA!!! me senti a mulher mais poderosa do mundo, e naquele momento eu fui.

Fico inconformado quando escuto alguém, que nem sequer esta grávida dizer: Quando for ter meu filho já escolhi, vou fazer cesárea, pra que sofrer.

Pelo amor de deus, o natural da vida é ser natural e não passar por uma cirurgia, a dor faz parte da natureza da Mãe, eu acredito que seja assim para mãe se fortalecer, se sentir uma leoa, pois cuidar, proteger e criar um filho é muito difícil, o parto é um momento de mãe com seu filho, é a luta dos dois pela vida, optarei sempre pelo parto natural e morro de vontade de passar por aqueles momentos de novo, quero ter outro filho e vou me preparar para poder ter outro parto assim.

6- No próximo filho, pretende ter outro parto normal? Ou outra cesárea?
Parto NATURAL SEM DÚVIDA NENHUMA.

7- O que você gostaria de dizer aos casais que estão à espera de seus bebês? Dicas, conselhos...
Se preparem, emocionalmente e fisicamente e angariem o máximo de informações que puderem sobre o assunto, isso tranqüiliza muito e na hora você se sente mais seguro e sabe o que esperar e assim a coisas ficam mais naturais. Mulherada acreditem em vocês seus corpos foram feitos pro parto, Homens olhem nos olhos e dem muita força, pois é muuuito difícil.Ah se puderem durmam enquanto ainda podem rsrsrsrs.

8- Como é a vida após a chegada do bebê?
TURBULENTA, de emoções. As 3 primeiras horas de muita ansiedade, os 3 primeiros dias de muitas visitas, os 3 primeiros meses de muito cansaço, os 3 primeiros anos de muitas descobertas as próximas 3 décadas de muito amor e pouco sono.


9- Como foi ou está sendo a amamentação?
Não tive problemas, meu seio rachou na primeira mamada, pois e a pequena e eu ainda não sabíamos como agir, ela como sugar eu como segura-la, foi a primeira coisa que aprendemos juntas, depois foi só alegria ela mamou muuuito bem até os seu 1 ano e 2 meses , largando sozinha o mama pois explorar o mundo ficou muito mais interessante. Não digo que seja fácil pois é muito cansativo, da sono, e etc. mas vale a pena foi a minha pequena parar de mamar ela ficou doente pela primeira vez, é muito carinho e proteção que se dá no ato de mamar.

10- Você ficou satisfeita com o trabalho da doula e com o parto?
MUITO, indico pra todo mundo.

11- Seu marido/parceiro auxiliou no trabalho de parto?
Sim e muuuito.

12- Deixe um recado
Parto normal e amamentação são as primeiras coisas que nós mães podemos dar a nossos filhos pela saúde futura deles, pesquise e encontrará milhões de motivos para batalhar pelos dois.

Nenhum comentário: