Páginas

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Matéria para o Blog Namaskar Yoga

Matéria que escrevi para o  Blog Namaskar Yoga da querida Adriana Vieira.

 
Doular é uma arte, por Paula Yuri (doula em Santos)


Não há dúvida de que a violência e o desrespeito à vida humana aumentaram nas últimas décadas.

Para que essa situação seja diferente, é preciso que cada um faça sua parte. São os pais que possuem a chave para curar nosso planeta! Quando cada mãe e cada pai entrar em sintonia com seu bebê, o mundo inteiro se transformará.

Por isso enfatizo tanto sobre a humanização do nascimento. É essencial que o primeiro instante de vida de um bebê seja repleto de amor, e nada melhor que esse encontro aconteça de forma natural, sem forçarmos nada.
As vantagens do parto normal são muitas, mas entre elas se destacam:
- Permite a liberação de "coquetel do amor", conjunto de hormônios que conduzem o parto ao seu apogeu, o período expulsivo, atingindo o pique máximo de ocitocina.
- A ocitocina no parto encontra-se em doses tais que nunca mais serão atingidas na vida da mulher, e proporciona as condições fisiológicas para a realização do vínculo mãe-bebê, que fundamenta a maternidade.
- Propicia à mãe e ao bebê uma experiência de engrandecimento porque eles literalmente vivenciaram o parto.
- O bebê está física e psicologicamente pronto para nascer, tem seus órgãos internos prontos para se adaptarem ao mundo externo, de alguma forma sabe que está nascendo, e, após o parto, está atento e alerta, pronto para reconhecer e se relacionar com sua mãe. Seu batimento cardíaco e sua respiração vão se acomodando à nova condição terrestre, sem violência ou pressa.
- A amamentação encontra-se favorecida e estimulada, uma vez que ela também depende da liberação de ocitocina.
- A mãe está ativa, participativa, atenta, pronta e confiante, tendo melhores condições para desenvolver o vínculo com seu bebê.

A Doula pode ajudar esses papais desde o início da gestação orientando sobre diferentes tipos de partos, maneiras de se preparar para um parto normal, amamentação, treino de expulsão ...

No parto a Doula utiliza métodos para alívio da dor, tais como: massagem, banhos, posicionamento, acupuntura, técnicas de respiração e eletroestimulação.

É importante salientar que a Doula não substitui o papel do pai do bebê! Ela possibilita que o pai curta o momento sem ter que se preocupar o tempo inteiro em ser responsável.

Muitas pessoas me perguntam como você se sente sendo uma Doula? Ser Doula é estar ao lado, mas sem ultrapassar o espaço do outro; é ter consciência do importante momento que os pais estão vivendo e dividindo comigo; é direcionar o pai fazendo com que ele se sinta útil diante de um momento em que a única coisa que podemos fazer é esperar, é dar informação aos familiares, acalmando-os e explicando cada etapa do trabalho de parto; é acreditar que o momento do nascimento é sagrado e que temos que receber esse bebê com todo amor e respeito para que com isso, o nascimento não se torne um evento mecanizado e frio, enfim é acreditar que somente mudaremos o mundo quando mudarmos a forma de nascer!

Paula Yuri Sampa, Fisioterapeuta e Doula (Crefito 3/ 69291-F)

Fones: (13) 9785 0126 / 3224 4127





Nenhum comentário: