Páginas

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Banho de Balde - Ofuroterapia


Essa entrevista achei no blog do Cacá um médico neonatologista que luta pela humanização. Com certeza ajudará muitas mamães na hora do banho!




DB: Já que antes de nascer, no útero da mãe, o bebê estava imerso em água, o banho pode ser uma forma de fazer com que a criança se sinta próxima do ambiente ao qual estava habituada?

Sim, a experiência de um banho pode assemelhar-se ao ambiente uterino em vários aspectos. Quando a criança é imersa no banho de balde a sensação do peso do seu corpo é semelhante a sensação que a criança tem dentro do útero, porque ela flutua . Mesmo não se tratando de banho de balde pode-se reproduzir sensações uterinas fazendo enrolamento do bebê com um cueiro, gerando uma contenção semelhante a que o útero proporciona. Se adicionarmos a isso uma luz fraca e silêncio conseguiremos referências sensoriais semelhantes ao ambiente uterino.

DB: Qual a temperatura ideal da água para o banho? Existe uma variação de acordo com a temperatura ambiente e estações do ano como verão e inverno?

A temperatura ideal para relaxamento da criança pode se assemelhar a temperatura do ofurô, em torno de 36 e 42 ° C. Quando o objetivo é alivio de calor pode se usar temperaturas próximas a 32° C , o que possibilita fazer mais de um banho por dia.


DB: Explique como a mãe pode tornar este momento ainda mais aconchegante para o bebê e a importância da aproximação entre mãe e filho neste momento:

Costumo sugerir o enrolamento dos bebês recém-nascidos, através de cueiros de algodão, de malha ou flanela. Isto oferece uma sensação tátil de contenção semelhante a do útero materno. O silêncio ou sons reduzidos, pouca luz , calor e água (ambiente úmido) são todas referências semelhantes a do útero. Portanto, podemos tentar oferecer todas essas sensações.

DB: O momento do banho pode também servir como estimulação psicomotora aquática, isto só acontece na natação?

Pode, sim. O banho, além de fornecer a sensação de contato da pele com a água, minimiza a sensação de peso corporal. Os pais ou quem estiver dando banho pode balançar a criança, isto servindo como estimulação do sistema vestibular (responsável pelo equilíbrio e consciência da posição do corpo).


DB: Os brinquedos de banho só divertem o bebê ou contribuem para desenvolver as percepções sensoriais, táteis, auditivas e outras? Brinquedos de banho de quais materiais são recomendáveis para não causar nenhum tipo de malefício a criança?

Contribuem para desenvolver suas percepções, além de dar a sensação que o ambiente aquático é seguro. Transforma o banho numa gostosura. Os brinquedos devem ser de borracha adequada e sem tinta que possa se soltar na água, e não devem ser pequenos para não serem engolidos de um material que possa ser levado a boca.


Para um banho seguro, Também deve-se sempre verificar a temperatura da água com a própria mão antes de imergir o bebê. Assegure-se que a banheira ou balde estejam bem apoiados.












Nenhum comentário: