Páginas

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Assuntos para tratar em sua primeira consulta...

Sua primeira consulta será bem-sucedida e produtiva se você estiver preparada. Além de considerar as questões abaixo, é bom falar com sua mãe para saber sobre as gestações dela - se foram normais, se teve complicações e assim por diante. Se houve complicações, de que tipo foram? Peça para o papai obter informações semelhantes da prórpia mãe.
  1. Qual é a sua história médica? Você ou o seu parceiro têm histórico de ocorrências que parecem se repetir na família? Já fez alguma cirurgia - e, por causa disso, tomou anestesia - oi foi hospitalizada? È alérgica a alguma medicação?
  2. Tem alguma doença preexistente? Está tomando- ou estava, quando engravidou medicação para alguma doença crônica, como asma ou hipertensão?
  3. Se esta não é sua primeira gestação, há quantos anos foi a última? Foi uma gravidez saudável, normal ou houve complicações? Informe seu médico se já teve algum aborto.
  4. Faz exercícios regularmente? Sua dieta é saudável? Você fuma? Quanto e com que frequência toma bebidas alcoólicas? Usa alguma droga por prazer?
  5. Qual é sua origem étnica? Como algumas doenças são mais comuns a determinados grupos étnicos, o médico pode querer saber suas origens e as do seu parceiro.
  6. Que tipo de atividade você exerce? Seu trabalho pode trazer riscos para seu bebê não-nascido? Lida com produtos químicos ou raios X? Seu ambiente de trabalho é quente ou frio? Você viaja muito? Seu horário de trabalho é caótico?
  7. Você tem um lugar permante e protegido para viver? É limpo e seguro?
  8. Qual foi a data do primeiro dia da sua última menstruação? A data provável do seu parto é calculada a partir dessa data. Sua menstruação era regular? Com quantos dias de intervalo?
  9. Usava algum tipo de anticoncepcional antes de descobrir que estava grávida? Se estiver usando dispositivo Intra-uterino (DIU), diga ao seu médico, porque isso pode causar complicações. Se você estava tomando pílulas anticoncepcionais quando engravidou, não prejudicará o bebê, mas suas datas talvez não sejam muito precisas.

Fonte: A bíblia da gravidez, ed CMS

Nenhum comentário: